Rico ou Toro: qual a melhor corretora de investimentos?

Na hora de escolher uma boa corretora de valores, é comum que investidores tenham dúvidas sobre instituições conhecidas, como Rico ou Toro.

Para ter segurança sobre onde começar a investir, é importante conhecer alternativas e entender suas vantagens e desvantagens. Assim, será possível decidir por aquela que tem mais a ver com o seu perfil de investidor.

Neste conteúdo, confira uma comparação direta entre as corretoras de valores Rico e Toro Investimentos. Veja informações como produtos, taxas, reputação, vantagens e desvantagens e a nossa recomendação ao final!

Conhecendo as corretoras

Antes de iniciar as comparações, vale a pena conhecer um pouco sobre o histórico de cada corretora de valores.

A Rico

Parte do grupo XP Inc, a Rico se tornou uma corretora bastante acessível nos últimos anos, com taxas mais baixas e muitas isentas. É uma opção para quem procura diversidade de produtos de investimento com poucos custos.

A Rico é uma corretora de valores que iniciou suas atividades em 2011, a princípio voltada para o público de alta renda. Em 2016, foi comprada pelo Grupo XP Inc. e hoje integra o mesmo ambiente das corretoras XP Investimentos e Clear.

Com a mudança no modelo de serviços, atualmente a Rico é uma das instituições que oferecem taxa zero de corretagem no mercado. Por isso, é comumente procurada pelo público iniciante ou pelos pequenos investidores.

A Toro

A Toro é uma corretora de valores com mais de 10 anos de história no mercado. Ela se destaca por inovações como um home broker diferenciado e o modelo de corretagem ganha-ganha, que só é cobrada quando há lucro na operação.

Fundada em 2010 como uma plataforma educacional, a Toro evoluiu para os serviços de corretagem a partir de 2014. Hoje, faz parte do Grupo Santander Brasil, conferindo credibilidade na sua atuação.

Além de também ser uma corretora taxa zero, a Toro introduziu ao mercado o modelo de corretagem ganha-ganha, onde o investidor pode optar por ter suas operações encerradas automaticamente, em troca de uma taxa de 10% do lucro e isenta quando houver prejuízo.

Rico ou Toro: comparativo lado a lado

Daqui pra frente, veja todas as informações relevantes para escolher sua corretora, como produtos, serviços, taxas e mais. Ao final, confira um resumo com todas as vantagens e desvantagens listadas.

1. Produtos oferecidos pelas corretoras

Rico Toro
Renda fixa CBD, LC, LCA, LCI, CRI, CRA, debêntures e Tesouro Direto. CDB, LC, LCI, LCA, CRI, CRA, debêntures e Tesouro Direto
Bolsa de valores ações, fundos imobiliários, BDR, ETF e futuros (opções, micro S&P 500, futuro de ações, contratos e minicontratos). ações, fundos imobiliários, BDR, ETF e futuros (opções, futuro de ações, contratos e minicontratos).
Fundos de investimento renda fixa, multimercado, ações, cambial. renda fixa, multimercado, ações, cambial.
Outros COE, ofertas públicas. COE, ofertas públicas.

Como você pode ver, a oferta de produtos de investimentos é praticamente a mesma nas duas corretoras. Ambas as instituições atuam nos mercados de renda fixa e renda variável, disponibilizando desde produtos bancários até o mercado futuro da BM&F.

Por isso, na hora de escolher entre Rico ou Toro, é preciso avaliar outros aspectos.


2. Serviços oferecidos por cada corretora

Rico Toro
Assessoria Não oferece Conta digital: até R$ 5 mil investidos
Conta premium: a partir de R$ 5 mil investidos
Conta exclusiva: acima de R$ 100 mil investidos
Conteúdo educacional Riconnect: artigos, podcasts, recomendações, análises Cursos, artigos, relatórios, e-books, podcasts, análises
Simulador de investimentos Sim Sim
Conta digital Sim Não oferece
Cartão de crédito Visa Infinite Não oferece
Plataformas gráficas Profit Rico Trader, TradeZone, ProTrader, Profit, Tryd PRO, MetaTrader 5 Profit Toro Trader, Profit Pro, Smarttbot
Carteiras recomendadas Renda fixa, ações, FIIs, ETFs Day trade, swing trade, small caps e FIIs

Em serviços, existem importantes diferenças na hora de escolher entre Rico ou Toro. Por exemplo, a Toro oferece assessoria para quem busca apoio profissional para investir.

Por outro lado, a Rico também disponibiliza conta digital e cartão de crédito. Assim, é possível usar a corretora também como conta corrente.

Ademais, ambas as instituições têm conteúdo educacional à disposição, além de plataformas gráficas e carteiras recomendadas.


3. Custos e taxas

Para escolher uma corretora de valores, a maioria dos investidores costuma considerar a cobrança de taxas como um dos fatores mais relevantes. Isso porque um alto custo para investir pode realmente fazer a diferença na estratégia de cada pessoa.

No entanto, no caso de Rico ou Toro, há isenção na maioria dos produtos, como você pode checar na tabela abaixo:

Rico Toro
Abertura e manutenção de conta Isento Isento
Saque via TED Isento Isento
Custódia de ativos
(renda fixa e bolsa)
Isento Isento
Corretagem de FIIs, ações, opções, BDRs e ETFs
(autoatendimento)
Isento Isento*
Corretagem minicontratos
(autoatendimento)
Com RLP ativo, isento;
Sem RLP ativo
Day trade: R$ 0,45
Swing trade: R$ 0,75
Isento*
Corretagem contratos cheios
(autoatendimento)
Day trade: R$ 2,25
Swing trade: R$ 3,75
Isento*
Aluguel de ações Doador: 30% da taxa
Tomador: 0,5% do volume
Doador: 30% da taxa
Tomador: 0,25% do volume
*isenção no modo Encerramento Manual.

Para quem faz suas próprias operações, como compra e venda de ações e outros ativos via home broker ou plataformas gráficas, a Toro é, de fato, uma corretora taxa zero. Por isso, pode ser muito vantajosa para quem deseja negociar na bolsa de valores.

Já na Rico, a cobrança acontece somente ao negociar contratos futuros, um tipo de derivativo financeiro voltado às operações especulativas. Por isso, a Rico também é uma boa opção para investidores que não pretendem adentrar este segmento.

4. Plataformas e interface

Quando falamos em plataformas, seja no desktop ou aplicativo, é que vemos as maiores diferenças entre Rico e Toro.

Enquanto a Rico tem uma interface mais tradicional e completa, a Toro procura apresentar as informações de forma mais simplificada. Isso é bastante visível quando consultamos a plataforma de negociação em bolsa de cada corretora:

Por fim, esperamos que este conteúdo tenha, de fato, ajudado na sua escolha consciente. No mais, lembre-se que, se você não estiver satisfeito com a sua corretora de investimentos, é possível trocá-la, inclusive migrando suas aplicações sem nenhum custo. Então, se não estiver contente, não hesite em procurar uma nova instituição!

DOWNLOAD

Sobre Juliana Gomes 119 Artigos
Hello! My name is Juliana Gomes and I am the author and administrator of the Our Finances Now website, I will always be here to help you with whatever you need about our website.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*