Cartão bloqueado: o que pode ter acontecido? Saiba como proceder em cada situação!

Já teve o seu cartão bloqueado e não entendeu o que aconteceu? A verdade é que vários motivos podem levar o banco a fazer isso. Seja pelo não pagamento das faturas, ultrapassagem do limite ou vencimento do cartão, por exemplo. Existe, ainda, o bloqueio por segurança, que evita a possibilidade de terceiros realizarem fraudes e clonagem.

Neste post, listamos alguns motivos que podem levar ao bloqueio do cartão de crédito, além das principais formas de resolver cada um dos transtornos. Dessa forma, fica mais fácil evitar que os problemas aconteçam novamente;

1. Cartão bloqueado por vencimento

Os cartões têm uma data de vencimento que varia conforme sua emissão. Quando o cartão expira, ou seja, passa do vencimento, ele deixa de servir para uso em compras.

Quase todos os bancos enviam um novo cartão para o cliente antes que ele expire, mas se isso não acontecer, será necessário entrar em contato para solicitar um cartão atualizado. Do contrário, você não poderá usá-lo nem em compras, nem em consultas no caixa eletrônico.

2. Cartão bloqueado para uso

Quando você faz o pedido de um cartão de crédito, o produto chega bloqueado por questões de segurança. Assim, antes de fazer qualquer compra, é preciso que o cliente siga o procedimento de desbloqueio solicitado pela instituição financeira.

Se isso não for feito, as tentativas de uso serão recusadas para compras e demais pagamentos.

3. Senha digitada errada

A principal causa de bloqueio é a segurança do cliente. Por isso, quando ele digita a senha do próprio cartão errada, os bancos podem tomar a decisão de bloquear o cartão. Isso acontece porque há a suspeita de fraude, roubo ou uso indevido.

Na maior parte dos bancos, é preciso que o titular do cartão vá até sua agência para solicitar o desbloqueio, garantindo que ele mesmo fez o uso equivocado da senha.

Uma dica é ficar sempre atento na hora de digitar a sequência numérica, evitando confusões. Se tiver esquecido a senha, é melhor não digitá-la nos caixas eletrônicos e maquininhas.

4. Cartão bloqueado por segurança: outros motivos

Não é só no caso de senha digitada errada que os bancos efetuam o bloqueio. Outras suspeitas de fraude também podem fazer com que o cartão seja bloqueado.

Essas “desconfianças” podem surgir em casos como:

  • pagamentos com valor muito acima do seu padrão de gastos;
  • compras no exterior ou em cidades diferentes das que você costuma gastar;
  • várias compras feitas em questão de segundos/minutos.

É possível que o bloqueio do cartão seja feito de maneira imediata ou que haja um aviso antes da efetivação do procedimento. De toda forma, você será avisado e terá a possibilidade de confirmar que a compra foi feita dentro da normalidade, se for o caso.

Se a situação for realmente vinda de algum tipo de tentativa de fraude, o banco segue com o bloqueio do cartão por motivos de segurança e já inicia o processo de emissão de uma segunda via.

5. Cartão de crédito bloqueado por não pagamento da fatura

O não pagamento da fatura pode ser usado como motivo para o bloqueio do cartão. Porém, assim como na situação anterior, o cliente deverá ser comunicado antes para não tentar usar o cartão bloqueado.

Se você esqueceu de pagar a fatura, é preciso quitá-la o quanto antes e ligar para administradora para informar o pagamento. Em casos de endividamento, quando o usuário realmente não tem o dinheiro para pagar o valor devido, algumas soluções podem ajudar, como a contratação de um empréstimo com juros menores.

6. Fatura contestada

O último problema que listaremos é a fatura contestada. O processo de contestação é aberto quando o cliente não concorda com uma ou mais despesas cobradas em sua fatura.

A administradora poderá fazer uma investigação e, caso haja suspeita de fraude, deve bloquear o cartão para uso até que tudo seja resolvido. Como no motivo anterior, o titular deverá ser comunicado com antecedência sobre o bloqueio.

A solução aqui é um pouco mais complicada, porque depende da investigação. O melhor é aguardar até que qualquer suspeita de fraude seja realmente vetada.

No meio tempo, o que acontece é a emissão e envio de um novo cartão. Dessa forma, o cliente não será lesado durante o período reservado para que o banco faça a análise dos extratos.

Meu cartão foi bloqueado, o que fazer?

Existem vários motivos que podem fazer o cartão ser bloqueado. Se isso aconteceu com você, o primeiro passo é identificar a causa para ver como desbloqueá-lo. As principais são cartão bloqueado por segurança, por atraso da fatura, por senha digitada errada ou por vencimento do cartão.

Se você se depara com frequência com as mensagens que sinalizam o bloqueio do cartão, pode ser a hora de entender como usar esse meio de pagamento ao seu favor. Listamos algumas formas que podem te ajudar a não passar pelo transtorno novamente:

  • se precisar fazer algum tipo de compra maior, comunique o gerente da sua agência com antecedência para evitar o bloqueio automático;
  • nos casos em que a dívida do cartão de crédito já chegou em níveis preocupantes, se organize financeiramente e mostre para o banco que você está em busca de uma boa negociação dos valores em aberto;
  • mantenha as suas senhas em um local de confiança, de preferência tenha cada uma delas memorizadas;
  • ao perceber qualquer tipo de comportamento não usual relacionado ao cartão de crédito, não aguarde: entre em contato nos canais de atendimento do seu banco o mais rápido possível.

Perguntas Frequentes

  1. Tem como fazer transferência com cartão bloqueado?

    Sim, com saldo em conta é possível fazer transferência com cartão bloqueado pelo aplicativo ou site do seu banco. Porém, se precisar fazer transações com o cartão, como compra em lojas físicas ou on-line, não será possível usar o cartão bloqueado.

    CLIQUE AQUI PARA PROSEGUIR COM O DOWNLOAD

Sobre Juliana Gomes 132 Artigos
Olá! Meu nome é Juliana Gomes e sou autora e administradora do site Nossas Finanças Agora, estarei sempre aqui para te ajudar no que precisar sobre nosso site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*