Programa Desenrola Brasil: Como funciona e como renegociar dívidas!

Já ouviu falar do Programa Desenrola Brasil? Ainda a ser lançado pelo governo, ele terá como objetivo reduzir o número de famílias inadimplentes. Para tanto, será facilitada a renegociação de dívidas de cerca de 40 milhões de brasileiros negativados.

O programa é uma promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Entre 2020 e 2022, a porcentagem de famílias endividadas passou de 66,5% para 77,9%, o que representa uma alta de 11,4 pontos percentuais.

Neste artigo, veja como funciona o programa Desenrola Brasil e saiba como renegociar dívidas. Acompanhe!

O que é o programa Desenrola Brasil?

Ainda a ser lançado pelo governo, o programa Desenrola Brasil tem como objetivo reduzir o número de famílias inadimplentes. Para isso, será facilitada a renegociação de dívidas de cerca de 40 milhões de brasileiros negativados.

Como falamos acima, o programa é uma promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Entre 2020 e 2022, a porcentagem de famílias endividadas passou de 66,5% para 77,9%, o que representa uma alta de 11,4 pontos percentuais.

Quem poderá renegociar dívidas no projeto Desenrola Brasil?

A proposta é que aqueles que tenham dívidas de até R$ 5 mil e renda de até dois salários mínimos, incluindo beneficiários do Bolsa Família, possam renegociá-las. Eles terão desconto e poderão ser refinanciadas em até 60 meses.

Atualmente, 66,3% das dívidas do país são com varejistas e companhias de água, gás e telefonia. Os dados referentes a outubro de 2022 são da Serasa e foram compilados pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Por conta disso, o governo realizará leilões, que devem ser divididos por setores, para negociar milhares de dívidas ao mesmo tempo. Assim, quem der os maiores descontos fica apto a participar do programa.

A intenção é que bancos, varejistas, companhias de água, luz, telefonia e demais empresas participem dessas negociações.

Como funcionará a renegociação de dívidas?

Após a realização dos leilões do governo, a pessoa negativada poderá acessar um portal, digitar o seu CPF e checar se a sua dívida foi renegociada. Caso tenha sido, ela terá três opções:

  • pagar à vista;
  • pagar direto à empresa;
  • financiar em até 60 meses num banco.

A plataforma também oferecerá um comparativo das taxas de juros de cada banco. Numa eventual inadimplência desses financiamentos, a União garantirá o valor principal da dívida, enquanto os bancos vão arcar com o risco dos juros. O valor do aporte no fundo garantidor e o limite da taxa de juros ainda estão sendo definidos.

O governo também prevê a renegociação de dívidas de consumidores que ganham mais do que dois salários mínimos. Contudo, nesse caso, não haverá garantia se houver inadimplência.

Eventos com oportunidades de renegociação de dívidas

Em março de 2023, dois eventos terão andamento com oportunidades de renegociação de dívidas. Veja abaixo.

Mutirão de Negociação e Orientação Financeira da Febraban e bancos associados

Até 31 de março, a Febraban e bancos associados, em parceria com o Banco Central (Bacen), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e Procons de todo o país realiza o Mutirão de Negociação e Orientação Financeira.

O objetivo é oferecer descontos e parcelamentos para quem tem dívidas em atraso com bancos e instituições financeiras. As negociações podem ser feitas pela internet ou diretamente nas agências bancárias. Na última edição, em novembro 2022, foram renegociados cerca de 2,3 milhões de contratos.

Vale destacar que os chamados superendividados, aqueles que não conseguem quitar suas dívidas sem comprometer o pagamento de despesas básicas (saúde, transporte e comida), não participam do Mutirão. Nesse caso, a orientação é procurar o Procon mais próximo e pedir orientação.

Feirão Serasa Limpa Nome

O tradicional Feirão Serasa Limpa Nome também vai até 31 de março e, dessa vez, conta com um número recorde de 425 parceiros. São bancos, empresas de telefonia, varejo, universidades e outros segmentos que prometem oferecer descontos de até 99% no valor dos débitos.

Os interessados podem entrar em contato via canais oficiais da Serasa.

Se preferir, realize a consulta e negociação das dívidas presencialmente nas mais de 11 mil agências dos Correios distribuídas pelo país. Elas oferecem as mesmas condições, mas cobram uma taxa de R$ 3,60.

Outras plataformas de renegociação de dívidas

Veja, a seguir, outras plataformas para renegociar suas dívidas.

Consolidada no mercado, a Acerto é uma financeira digital que oferece soluções 100% digitais para quem quer quitar suas dívidas. É possível conseguir até 99% de desconto.

No mercado desde 2015, a Acordo Certo faz parte do grupo Boa Vista e oferece condições especiais e parcelamento em até 24 vezes com até 99% de desconto.

QuiteJá possui uma ótima nota no site Reclame Aqui (8,4/10 em 2022). Vale destacar que não é cobrada nenhuma taxa nas negociações realizadas pela plataforma.

Outras formas de renegociação de dívidas

Além de eventos com oportunidade de renegociação de dívidas, há também outras formas de fazê-lo. Confira!

Trocar uma dívida cara por uma mais barata

Comum entre os brasileiros, trocar uma dívida cara por uma mais barata pode ser uma alternativa para quem ainda não consegue quitá-la totalmente. Veja, abaixo, algumas possibilidades:

  • Faça portabilidade de consignado com troco.
  • Considere um empréstimo consignado privado.
  • Avalie diferentes formas de pagamento da dívida.
  • Renegocie dívidas por plataformas ou diretamente com o banco.

Considerar pegar um empréstimo com juros menores

Considere pegar um empréstimo com juros menores para quitar dívidas com juros maiores como o do cheque especial e do cartão de crédito. Mas lembre-se de, antes de fechar o contrato, lê-lo com atenção, a fim de saber se os valores das parcelas são compatíveis com a receita mensal disponível para pagar dívida.

Conclusão

Se você chegou até aqui, já sabe o que é o Programa Desenrola Brasil é uma promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Tenha em mente que sempre vale a pena renegociar dívidas. Afinal, quanto mais tempo uma pessoa fica sem pagá-las, mais o seu valor cresce por conta dos juros.

DATA PC

DOWNLOAD

Sobre Juliana Gomes 132 Artigos
Olá! Meu nome é Juliana Gomes e sou autora e administradora do site Nossas Finanças Agora, estarei sempre aqui para te ajudar no que precisar sobre nosso site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*